Burel: TUDO SOBRE O TECIDO DE EXCELÊNCIA 100% PORTUGUÊS!

cortica

Burel, uma palavra com identidade e peso português, uma matéria-prima de excelência, como a cortiça, com diversas aplicações e que está absolutamente na moda. Mas afinal, o que é o Burel? Como é feito? De onde surge? Para que serve? Fique connosco, contamos-lhe tudo!

#Burel, o tecido português de excelência

O burel é um tecido artesanal português, composto a 100% por lã de ovelha, proveniente da zona da Serra da Estrela, mais especificamente Mantecas. É produzido exclusivamente pela Burel Factory, com quem a Trinta trabalha em parceria.

É um tecido de origem medieval, na sua essência, sempre associado à montanha e aos pastores com as suas capas e casacos, às mantas de viagem, cobertores, cachecóis, echarpes. Contudo, por ser tão versátil, o seu uso reinventou-se e já é aplicado na roupa, moda, produtos para decoração de interiores – cortinados, colchas, toalhas, mobiliário - tecidos para estofos, calçado e até como revestimento de paredes.

O burel é um tecido muito resistente e impermeável que superou largamente o seu papel como importante protetor de chuva, neve e frio e evoluiu para novas e audazes soluções de design, acompanhado de uma diversa gama de texturas, padrões e cores.

 

#Como é feito o burel

Na confeção do burel, a matéria-prima utilizada é 100% lã de ovelha em cores naturais sem recurso a tinturaria, mantendo intocáveis todas as propriedades desta fibra natural – resistência, elasticidade natural, biodegradável, etc.

O processo de fabrico do burel é muito específico, depois do animal ser tosquiado, a lã é lavada, fiada, urdida no órgão e tecida no tear. É depois pisada numa máquina específica, que bate e escalda a lã criando assim o tecido Burel. É através deste processo, denominado de “pisão” ou “batano”, que o Burel adquire as suas qualidades de impermeabilização e aquecimento.

O que torna o Burel especial é ser 100% natural e feito de forma artesanal, conferindo-lhe a qualidade e autenticidade características.

 

#Cuidados a ter com o burel

Por ser um produto composto a 100% por lã, os cuidados a ter com o Burel são os mesmos os que devem ser tidos com a lã. Ambos não toleram determinados tipos de manchas e temperaturas. É preciso extrema atenção com manchas de café, vinho, algumas frutas ou cozinhados, que podem danificar o tecido. Ainda assim, podemos dizer que o Burel é um tecido de fácil manutenção. A estrutura da fibra repele a sujidade e em caso de derramamento permite, de seguida, executar a sua limpeza e secagem no devido tempo.

Não é aconselhado, apesar de ser um tecido que aguenta temperaturas exteriores, estar constantemente exposto ao sol. Corre o risco de enfraquecer as suas cores, retirando-lhes algum pigmento.

O burel tem diversas aplicações e nem sempre é possível retirar o tecido como no caso, por exemplo, das nossas cadeiras “sem pés nem cabeça”. Contudo, nas peças onde o tecido pode ser retirado para lavar ou sempre que assim seja possível, aconselha-se uma lavagem à mão. Apenas poderá ser lavado à máquina, se esta tiver um tratamento anti feltragem ou um programa de lã, no máximo a 40°C, com uma temperatura decrescente. Não é permitido, em qualquer um dos casos, o uso de lixívias.


 #Burel e as suas propriedades únicas

·    100% lã 

·    feltrado 

·    resistente ao fogo 

·    elevado grau de impermeabilidade 

·    isolante térmico e acústico 

·    higroscópico 

·    anti eletrostático

•   resistente

•   flexível

•   natural

•   agro-produto