Segurar a Vela com esta mesa de apoio é fácil!

segurar a vela

Segurar a Vela. Sim, já imaginamos qual a associação que fez ao ler a primeira linha deste artigo. Habituamo-nos a relacionar a expressão "segurar a vela" a alguém que está no meio de um casal, normalmente durante um encontro. Para nós, é o nome da nossa mesa de apoio, uma das nossas primeiras peças, que fez parte da coleção de lançamento oficial da Trinta Por Uma Linha.


Segurar a Vela: origem da expressão

Reza a história que o contexto desta expressão é antigo: a Idade Média, época em que ainda não havia eletricidade. O sol desaparecia, a noite comandava mas a vida continuava. Por isso, eram usadas velas.
Os empregados –serviçais – ficavam literalmente a segurar a vela para as pessoas da realeza verem o que estavam a fazer. Essa tarefa era realizada quando os "nobres" conviviam, comiam e ...namoravam. Sim, até durante as relações sexuais alguns serviçais - embora de costas - ficavam a segurar a vela, a iluminar o ato íntimo.

 

Boa expressão, boa mesa

Esta frase aparece agora em forma de mesa. Mantendo o princípio da Trinta Por Uma Linha, essa expressão popular portuguesa deu origem a uma peça portuguesa. Depois de percebermos a génese da expressão, criámos a mesa 'Segurar a Vela', ideal para apoio ou para ficar junto ao sofá.

É uma mesa de apoio simples, útil e resistente. Simples porque é fácil de montar, de utilizar e de limpar. Útil porque uma mesa de apoio dá sempre jeito, para vários fins (colocar um pequeno candeeiro, pousar as chaves, a chávena, o livro, o comando...). Resistente porque a cortiça é resistente a quase tudo. Já lá vamos.

Esta peça destaca-se também pela sua estética. Tem uma imagem limpa e agradável. É uma mesa que marca a diferença no espaço, sem pesar demasiado o ambiente. É uma peça de uso prático e diário, e personalizável consoante cliente.

Encaixa em qualquer ambiente interior, é versátil e funcional – mantendo novamente um dos princípios da nossa marca. Mais do que a estética, importa a função.

A mesa 'Segurar a Vela' apresenta-se com duas dimensões: 40 e 60 centímetros de diâmetro, para que possa adaptar-se a diferentes locais. É uma solução que permite a qualquer um ter a sua “Segurar a Vela”, sejam quais forem as dimensões do local onde a pretende colocar.

 

Materiais de qualidade... e portugueses, claro

Outra regra da casa: peças feitas em Portugal, com materiais portugueses. Esta mesa é exemplo disso. A 'Segurar a Vela' é totalmente produzida em fábricas portuguesas, devidamente creditadas. Junta a qualidade e a resistência do aglomerado negro de cortiça e a beleza, suavidade e resistência do pinho-bravo.

Como mencionamos, a cortiça é resistente. Suporta, por exemplo, grandes variações de temperatura. Esta mesa vai "aguentar-se" mesmo com muito peso em cima, vai escapar-se de marcas de eventuais líquidos derramados e, mesmo que vá para o exterior, o material dificilmente ficará danificado. É leve, impermeável e duradoura.

O pinho é também resistente e igualmente leve. É ideal para determinadas decorações.
Nesta mesa, os dois materiais juntos produziram um resultado muito bom, quer a nível funcional, quer estético.

 

Uma peça icónica, do nosso top-5

No início do projeto da Trinta Por Uma Linha, algumas expressões populares portuguesas funcionaram como alavanca. "Segurar a vela" foi uma delas, estava no top-5 da lista de expressões, que deram origem a peças. A partir daí, pensámos a peça como pensámos na expressão. Traduzindo.

O contexto é descontraído, familiar, normalmente entre pessoas que se sentem à vontade umas com as outras, e num tom de brincadeira, próximo. A mesa, tal como a expressão, não muda a nossa postura, mas está lá, marca posição, está presente.

'Segurar a Vela' transmite a origem desta expressão: estar entre pessoas ou junto a alguém, a mais, tal como os serviçais de outros tempos. No entanto, e simultaneamente, de forma útil.


Saiba mais sobre a mesa ‘Segurar a Vela’ aqui. Se ficou curioso em relação a outros produtos nossos, subscreva o nosso blog. Este é o nosso espaço para si, com informações úteis sobre nós mas também sobre design, estética, decoração, portugalidade, matérias-primas portuguesas, moda, entre outros.